Hoje em dia é essencial saber como evitar a inadimplência, afinal, em tempos de inflação e Selic em alta, tudo está mais caro, desde os preços até as taxas de juros cobradas na contratação de crédito.

E como sabemos, ficar endividado e com o nome sujo nos birôs de crédito é muito prejudicial para a nossa vida financeira, pois isso gera várias consequências negativas, como o registro do nome do devedor nos órgãos de proteção ao crédito, diminuição do score, maiores taxas ao contratar empréstimos e etc.

Por isso, para evitar a inadimplência, continue conosco neste guia especial e saiba quais são as melhores dicas de especialistas para manter um bom histórico de crédito e ter acesso a melhores condições de crédito no futuro! Vamos lá?!

10 dicas úteis de como evitar a inadimplência

A inadimplência é uma situação em que uma pessoa ou empresa não cumpre com suas obrigações financeiras, como o pagamento de uma dívida.

Essa situação pode ter consequências graves, como o diminuição no score, dificuldade de obter crédito no futuro e até mesmo a penhora de bens.

Existem algumas medidas que podem ser tomadas para evitar a inadimplência. A seguir, veremos algumas dicas para evitar esse problema:

1. Faça um orçamento

O primeiro passo para evitar a inadimplência é saber quanto dinheiro você tem disponível para gastar. Faça um orçamento para acompanhar suas receitas e despesas. Isso o ajudará a identificar áreas onde você pode cortar custos e liberar mais dinheiro para pagar suas dívidas.

2. Estabeleça prioridades

Não pague todas as suas dívidas ao mesmo tempo. Priorize as dívidas com juros mais altos, como cartões de crédito e empréstimos pessoais.

3. Pague as parcelas em dia

Se você não puder pagar o valor total da parcela, pague o mínimo. É importante evitar atrasos nos pagamentos, pois isso pode gerar juros e encargos adicionais.

4. Negocie dívidas

Se você estiver com dificuldades para pagar uma dívida, tente negociar com o credor. Você pode pedir um desconto no valor da dívida ou um prazo maior para pagamento.

5. Evite gastar mais do que ganha

O principal motivo da inadimplência é o descontrole financeiro. Evite gastar mais do que ganha. Isso significa controlar seus impulsos de consumo e fazer compras apenas quando for necessário.

6. Não caia em golpes

Existem muitos golpes financeiros que prometem soluções milagrosas para a inadimplência. Não acredite em ofertas que parecem boas demais para ser verdade.

7. Tenha um plano de emergência

Um imprevisto pode acontecer e colocar seu orçamento em risco. Tenha um plano de emergência para lidar com esses casos. Você pode guardar uma reserva financeira para situações inesperadas.

8. Proteja seu nome

Se você estiver com dificuldades para pagar suas dívidas, procure ajuda profissional. Um advogado pode ajudá-lo a negociar com os credores e evitar que seu nome seja registrado nos órgãos de proteção ao crédito.

9. Monitore seu score de crédito

Seu score de crédito é uma pontuação que mede seu histórico de crédito. Quanto maior o score, melhores serão as condições de crédito que você terá acesso. Você pode consultar seu score de crédito gratuitamente no site do Serasa Experian.

10. Conquiste um bom histórico de crédito

Um bom histórico de crédito é essencial para obter crédito no futuro. Por essa razão, pague suas dívidas em dia e evite atrasos nas suas contas, pois isso contará positivamente em seu score e Cadastro Positivo, o que facilitará o acesso ao crédito, inclusive com menores juros.

Em resumo: Saber como evitar a inadimplência é mais fácil do que você imagina, basta ter um bom planejamento e controle financeiro, para conseguir manter suas contas em dia e construir um bom histórico de crédito.