O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado em 1966 pelo Governo Federal com o objetivo de proteger o trabalhador em caso de demissão sem justa causa. Esse benefício trabalhista garante o direito do trabalhador de receber um percentual sobre o valor do seu salário depositado em uma conta vinculada ao seu contrato de trabalho, que pode ser sacado em diversas situações.

Como surgiu

O FGTS serve como uma forma de proteção ao trabalhador em caso de demissão sem justa causa, mas também pode ser utilizado para outros fins, como aquisição da casa própria, tratamento de saúde, aposentadoria e outras situações previstas em lei.

Como consultar

Para consultar o saldo do FGTS, o trabalhador pode utilizar o aplicativo FGTS da Caixa Econômica Federal, disponível para Android e iOS, ou acessar o site oficial do FGTS na internet. Ao acessar a plataforma, é necessário inserir o número do seu NIS (Número de Identificação Social) ou CPF e criar uma senha para ter acesso aos seus dados.

Quem tem direito

Todos os trabalhadores com carteira assinada têm direito ao FGTS, que é depositado mensalmente pelos empregadores em uma conta vinculada ao contrato de trabalho. O valor depositado corresponde a 8% do salário bruto do trabalhador e pode ser sacado em diversas situações, como demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria, tratamento de saúde, entre outras.

Como sacar

Para sacar o FGTS, é necessário seguir as regras estabelecidas pela Caixa Econômica Federal, que podem variar de acordo com a situação do trabalhador. É possível solicitar o saque pelo aplicativo ou site da Caixa Econômica Federal, ou comparecendo a uma agência da Caixa Econômica Federal com os documentos necessários.

Em resumo: o FGTS é um benefício trabalhista que garante ao trabalhador um percentual sobre o valor do seu salário depositado em uma conta vinculada ao seu contrato de trabalho. Esse recurso pode ser sacado em diversas situações, como demissão sem justa causa, aposentadoria, compra da casa própria, tratamento de saúde, entre outras. Para consultar o saldo ou solicitar o saque, o trabalhador pode utilizar o aplicativo ou site da Caixa Econômica Federal.