Declarar o Imposto de Renda pela primeira vez pode ser uma experiência desafiadora, onde muitos brasileiros optam por contratar um contador com medo de fazer algo errado e cair na malha fina, mas saiba que com as dicas certas é mais fácil do que imagina. 

Por isso, para te ajudar nesse processo, elaboramos este guia completo com dicas para você evitar erros e fazer a sua declaração do Imposto de Renda 2024 de forma tranquila e segura. Vamos conferir?!

Quem precisa declarar o Imposto de Renda?

Antes de saber quais são as dicas para fazer a declaração do Imposto de Renda, é necessário ter claro quem é obrigado a declarar em 2024. 

Nesse sentido, precisa fazer a declaração anual do IR os brasileiros que:

  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 em 2023
  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte acima de R$40.000,00 em 2023
  • Obtiveram ganho de capital na venda de bens, como ações ou imóveis
  • Tiveram posse ou titularidade de bens ou direitos acima de R$300.000,00 em 31 de dezembro de 2023
  • Realizaram operações de bolsa de valores, inclusive day trade
  • Optaram pela tributação no modelo completo do Imposto de Renda

Dicas para fazer a declaração do Imposto de Renda 2024

Confira a seguir o passo a passo com dicas práticas para você prestar contas com o fisco da maneira correta e sem sufoco!

Passo 1: Acesse o programa da Receita Federal

Para declarar o Imposto de Renda, você precisa baixar o programa gerador da Declaração de Ajuste Anual (DAA) no site da Receita Federal.

Além disso, também é possível fazer a declaração do imposto de maneira online, através do portal e-CAC ou caso prefira a praticidade do celular, pode utilizar o aplicativo Meu Imposto de Renda.

Passo 2: Reúna os documentos necessários

Para fazer a sua declaração, será preciso ter em mãos os seguintes documentos:

Documentos pessoais:

  • Documento de Identidade (RG)
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  • Título de Eleitor
  • Comprovante de residência

Documentos de rendimentos:

  • Informe de Rendimentos (IRPF) fornecido pela empresa empregadora
  • Recibos de pagamentos de serviços autônomos
  • Declarações de Imposto de Renda retido na fonte (DIRF)

Documentos de despesas dedutíveis:

  • Recibos de despesas com saúde
  • Comprovantes de pagamento de pensão alimentícia
  • Notas fiscais de despesas com educação

Outros documentos:

  • Declarações de bens e direitos
  • Informes de rendimentos de investimentos
  • Comprovantes de doações

Passo 3: Preenchimento correto da declaração

As plataformas da Receita Federal mencionadas acima são intuitivas e fáceis de usar e qualquer uma que você escolha, terá disponível o próprio guia passo a passo te ajudará a preencher cada campo da sua declaração.

Mas, como é importante ter atenção aos detalhes e não deixar nenhum campo em branco, separamos algumas dicas úteis para fazer a declaração do Imposto de Renda sozinho, confira:

  • Leia atentamente as instruções do programa, site ou app
  • Tenha em mãos todos os documentos necessários
  • Organize suas informações antes de começar a declarar
  • Não deixe para declarar na última hora
  • Revise sua declaração antes de enviar
  • Se puder, opte pela declaração pré-preenchida
  • Em caso de dúvidas, consulte um profissional especializado

Fique atento ao prazo de entrega!

Para quem precisa declarar Imposto de Renda em 2024, o prazo de entrega será de 15 de março até 31 de maio. Caso o contribuinte não faça a declaração até a data limite, poderá receber multa da Receita Federal.

A não entrega da Declaração do Imposto de Renda no prazo estabelecido implica em multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, acrescido de juros de mora.

Portanto, lembre-se de que declarar o Imposto de Renda é um dever do cidadão. Fazer a sua declaração de forma correta e dentro do prazo evita multas e penalidades, então, não deixe para última hora!