Seja para a compra da casa própria, do seu veículo novo ou até mesmo instalar um sistema de energia solar, a taxa de juros de financiamento é um dos conceitos mais cruciais no mundo das finanças pessoais. Ela afeta diretamente o custo de empréstimos e financiamentos, influenciando as decisões financeiras de indivíduos e empresas.

Neste artigo exclusivo, vamos explorar em detalhes como funcionam os juros do financiamento no Brasil, quais são os fatores que a influenciam e como essa taxa pode impactar suas finanças. Vamos conferir?!

O que é taxa de juros de financiamento?

Uma taxa de juros é um dos fatores mais importantes a serem considerados na hora de adquirir um bem ou serviço a prazo, pois ela representa o custo do empréstimo que você está fazendo.

No caso dos juros do financiamento, nada mais é do que uma taxa percentual calculada sobre o valor financiado, que e é cobrada mensalmente, até que o empréstimo seja quitado.

Por exemplo, se você financiar um carro no valor de R$100.000, com uma taxa de juros de 10% ao ano, você pagará R$100.000 + R$10.000 = R$110.000 ao final do financiamento.

Tipos comuns de taxas de juros de financiamento

Existem vários tipos de taxas de juros de financiamento que você pode encontrar ao solicitar um empréstimo ou financiamento. As mais comuns incluem:

Taxa de juros fixa

Com uma taxa de juros fixa, a taxa permanece inalterada ao longo da vida do empréstimo. Isso oferece previsibilidade, pois os pagamentos mensais são constantes. É uma boa opção quando as taxas de juros de referência estão baixas e você deseja garantir uma taxa fixa em longo prazo.

Taxa de juros variável

Com uma taxa de juros variável, a taxa pode flutuar ao longo do tempo com base em mudanças na taxa de referência. Isso pode resultar em pagamentos mensais que mudam, tornando-o mais arriscado, mas potencialmente mais econômico em momentos de taxas de referência mais baixas.

Taxa de juros nominal

A taxa de juros nominal é a taxa de juros anunciada antes de quaisquer taxas ou custos adicionais. Ela pode parecer mais baixa do que a taxa efetiva.

Taxa de juros efetiva

A taxa de juros efetiva inclui todos os custos associados ao empréstimo, como taxas de originação, seguros e outros encargos. É a taxa que reflete o verdadeiro custo do empréstimo.

Como é calculada a taxa de juros de financiamento?

A taxa de juros de financiamento é calculada com base em uma série de fatores, incluindo:

  • Taxa Selic: A Selic é taxa básica de que o Banco Central cobra dos bancos comerciais. Ela é o principal indicador da política monetária do país, e influencia diretamente as taxas de juros de financiamento
  • Risco do empréstimo: O risco do empréstimo é avaliado pelo banco ou financeira com base na renda do solicitante, no histórico de crédito e na natureza do bem financiado. Quanto maior o risco, maior será a taxa de juros
  • Prazo do financiamento: O prazo do financiamento também influencia na taxa de juros. Quanto maior o prazo, maior será a taxa de juros

Como conseguir uma taxa de juros de financiamento mais baixa?

Existem algumas coisas que você pode fazer para conseguir uma taxa de juros mais baixa no seu financiamento:

  • Compare as taxas de juros de diferentes bancos e financeiras: Faça uma pesquisa antes de contratar um financiamento, para comparar as taxas de juros de diferentes instituições financeiras
  • Aumente o seu score de crédito: O score de crédito é uma pontuação que avalia o seu histórico de crédito. Quanto maior o seu score, menor será o risco do empréstimo, e mais chances você terá de conseguir uma taxa de juros mais baixa
  • Ofereça um valor de entrada: Oferecer um valor de entrada maior reduz o valor financiado, e consequentemente a taxa de juros
  • Negocie com o banco ou financeira: Não tenha medo de negociar com o banco ou financeira para conseguir uma taxa de juros mais baixa

Em resumo: A taxa de juros de financiamento é um fator importante a ser considerado na hora de adquirir um bem ou serviço a prazo, pois ela afetará diretamente as suas finanças pessoais. Por isso, seja um consumidor financeiramente consciente e esteja atento às taxas de juros ao tomar decisões financeiras importantes.