Um dilema que todo motorista enfrenta: na hora de abastecer, qual o combustível mais vantajoso? Álcool ou gasolina? A resposta depende de diversos fatores, como o preço de cada um, o consumo do seu veículo, o desempenho do motor e até mesmo o estilo de direção do condutor.

Por isso, para lhe ajudar na decisão financeira mais assertiva para o seu bolso, neste artigo completo do Mutonz, você terá todas as informações para calcular o que compensa mais no seu caso, além de desvendar mitos e verdades sobre os dois combustíveis. Vamos conferir?!

O que influencia na escolha de álcool ou gasolina?

A escolha entre álcool e gasolina não se resume apenas ao preço do litro de cada um desses dois tipos de combustíveis amplamente comercializados no Brasil, embora esse seja o primeiro ponto de partida.

É fundamental considerar outros fatores importantes que influenciam na economia e no desempenho do seu veículo como um todo, como:

  • Consumo: o consumo médio do veículo com cada combustível é um fator crucial. Carros flexíveis geralmente consomem mais etanol do que gasolina, mas o preço do álcool precisa ser significativamente menor para compensar essa diferença
  • Desempenho: a gasolina oferece um melhor desempenho em termos de potência e aceleração, enquanto que o álcool pode ter um desempenho ligeiramente inferior, mas essa diferença diminuiu consideravelmente nos últimos anos
  • Preço: o preço do litro de cada combustível é o fator mais evidente na hora da escolha, contudo, é importante comparar o preço relativo, ou seja, a diferença de preço entre o álcool e a gasolina
  • Manutenção: o álcool é um combustível mais seco que pode desgastar mais o motor e outros componentes do veículo a longo prazo, já a gasolina, por outro lado, é um lubrificante natural, o que pode diminuir o desgaste do motor
  • Meio Ambiente: o álcool é um combustível renovável e menos poluente que a gasolina, pois ele emite menos gases do efeito estufa e menos partículas nocivas ao ar

Como calcular qual combustível vale mais a pena?

Para saber se o álcool compensa mais do que a gasolina, é necessário realizar um cálculo simples, basta dividir o preço do litro do álcool pelo preço do litro da gasolina.

  • Se o resultado for menor que 0,70, o álcool é mais vantajoso
  • Se o resultado for maior que 0,70, a gasolina é mais econômica

Exemplo:

  • Preço do litro do álcool: R$3,58 (preço médio levantado pela ANS em março)
  • Preço do litro da gasolina: R$5,74 (preço médio levantado pela Petrobras em março)
  • Cálculo: 3,58/5,74 = 0,62

Neste caso, o álcool seria a opção de combustível mais vantajosa para você abastecer, pois o resultado do cálculo (0,62) é menor que 0,70.

Ou seja, com os atuais preços praticados, na maioria dos estados brasileiros, está compensando abastecer o veículo com álcool ao invés de gasolina.

Fatores adicionais a considerar na escolha entre álcool e gasolina

Ao fazer o cálculo para saber se economicamente é melhor abastecer com etanol ou gasolina, você também deve analisar outros fatores, como:

  • Modelo do veículo: alguns veículos são projetados para um melhor desempenho com um determinado combustível e por isso, consulte o manual do seu carro para obter informações sobre o combustível recomendado
  • Hábitos de direção: se você dirige em trajetos urbanos com baixa velocidade, o álcool pode ser mais vantajoso, enquanto que em trajetos rodoviários com alta velocidade, a gasolina pode ter um melhor desempenho
  • Condições climáticas: em climas frios, o álcool pode ter um desempenho inferior à gasolina, pois ele evapora mais facilmente
  • Manutenção preventiva: manter o veículo em boas condições de funcionamento pode diminuir o consumo de qualquer combustível

Dicas para economizar combustível

  • Mantenha os pneus calibrados: pneus calibrados corretamente podem reduzir o consumo de combustível em até 3%
  • Evite acelerações e frenagens bruscas: dirigir de forma suave e constante pode economizar até 10% de combustível.
  • Mantenha o veículo revisado: um veículo em bom estado de conservação consome menos combustível, ou seja, é mais econômico
  • Planejamento de rotas: planeje suas rotas com antecedência para evitar congestionamentos e trajetos desnecessários
  • Carregue o carro apenas com o necessário: evite carregar peso desnecessário no carro, pois isso aumenta o consumo de combustível

Em resumo: A escolha entre álcool e gasolina depende de diversos fatores, sendo o principal o preço. Mas, além disso, considere também o consumo do veículo, o desempenho do motor e seus hábitos de direção, pois somente assim saberá qual combustível é mais vantajoso no seu caso.